17 de fevereiro de 2011

Auto-Retrato

Aqui dentro,
Batem asas amarelas:

Alto,

Alto.

Sem esforço,
O vôo leve,
Livre,
Belo,
Alegre
- Ou triste.
Toda a essência
É simplesmente,
Ardentemente,
Livre!

Borboleta
De asas amarelas.

Por fora
Sou pateticamente comum.

Um comentário:

Idiótica. disse...

Que fofo! Me senti uma borboleta lendo. Parabéns pelas belas palavras.